segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

ENQUANTO ISSO NUM VERÃO TOTAL

João Pessoa é mesmo uma cidade interessante. Cidade de mar tranquilo e noites muito tranquilas também. Aqui se dorme cedo. Talvez seja o ar bucólico de uma cidade do interior com ares de capital.
Mas nem tudo é sossego. A capital contou neste verão com muitas atrações legais. O Fest Verão foi um acontecimento. Atrações inéditas: bandas de forró de plástico e axé music da pior qualidade. Aliás, um dos pré-requisitos é sempre não se importar com a música e sim com a onda. Tem ainda quem aguente aquele negócio de mãozinha pra cima, passinho pra trás? Saco! E as bandas de forró com nome de comida e com aqueles dançarinos elétricos, aquelas louras de água oxigenada? Pra coroar tudo, a presença marcante de Chiclete com Banana. Herança maldita de Campina Grande, o Chiclete se apresenta até em festa de 15 anos, fazendo os chicleteiros encararem músicas novas que se parecem com as antigas e músicas antigas com aparência de novas, pois tudo é a mesma coisa. Parece chiclete muito mastigado. Não importa o sabor inicial, o fim é sempre o mesmo: uma massa inerte e sem gosto. A vantagem é que o abada é tão brega que já serve para o Bloco Cafuçu.
Saindo da poluição de Camboinha, Poço e adjacências e voltando pra civilização sonolenta da capital, me deparo com o Verão Total. Bacana este verão total. É tão total que mais parece inverno. À beira-mar uma estação de patinação no gelo! Contem-me, leitores, o que tem o povo desta cidade pra gostar tanto de pista de patinação? É pista nos shoppings, é pista na praia. Mania de Europa, é? Soube até que tinha uma pista de patinação sem gelo num dos shoppings. As crianças pareciam miniaturas de Frankstein tentando se arrastar de um lado para o outro numa pista de silicone... Dava pena. As atrações do verão total foram as mais esdrúxulas. Uma pista de patinação numa tenda (na verdade um iglu gigante) na qual se entrava com um kilo de alimento. A fila começava no Hotel Tambaú. Gente com fubá, cuscuz, arroz de terceira e feijão de quinta, num calor insuportável a espera de 10 minutos no Holiday on Ice! Também havia uma bola transparente numa piscina suja, brinquedo que tinha como meta fazer com que um cristão permanecesse em pé durante a travessia da piscina. Melhor atravessar o Mar Vermelho acompanhado de Moisés.
Nos outros cantos do país tudo acaba em samba. Aqui tudo acaba em religião. Pra celebrar o fim do verão total, houve uma partida de futebol de areia entre padres e pastores. Uma lástima! A briga começou porque ambos os times tinham escalado jogadores com o nome dos 12 apóstolos. Em seguida, a peleja foi em relação ao juiz. Seria um homem de Deus? Pastor ou padre? Cogitaram um espírita, mas este seria suspeito por falar com espíritos. Talvez um budista, mas ele iria meditar e não cobraria nenhuma falta. Os hindus nem pensar, pois estavam todos de figurantes na novela Caminho das Índias. Ninguém cogitou um pai-de-santo... Ainda pensaram no arcebispo, mas ele estava patinando no gelo. Por fim, resolveram chamar um representante dos Alcoólicos Anônimos. Foi um desastre total. Depois de inúmeros erros de arbitragem, descobriu-se que ele era um dissidente do AA de Areia. Na verdade ele evitava o primeiro gole, mas tomava os demais sem culpa. O culpado, pra variar, foi o Diabo, injustamente, pois ele estava no show de Ivete Sangalo, balançando os chifrinhos e tirando os pezinhos do chão. O time dos padres ganhou por 6 a 5 graças a um conchavo que contou com a ação das beatas da comunidade Mamá, que tem integrantes que adoram mamar nas tetas do governo.
Pra finalizar, um drink fim de verão, para meu leitor Saulo, estressado por ter ficado na fila de patinação por 8 horas quando o gelo já havia se derretido.
1 dose de montilla (feito em Guarabira)
Raspas de gelo da pista de patinação do verão total
Beba, não dirija e nem patine!

6 comentários:

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

O juiz da partida entre pastores e padres poderia ter sido aquele ex-travesti-pastor ou seria pasto-ex-travesti? Enfim, aquela figura q outrora tinha como nome d guerra ANASTÁCIA e fazia programa na Epitácio, hoje só faz programa no rádio ou na tv, dá até autógrafo (pq virou "estrela" de um documentário), e anda d ECO SPORT!!
Alguém aí já tem candidato a vereador p as próximas eleições? kkkkk

Edson Vasconcelos disse...

Boas idéias de um roteiro para o próximo filme da franquia "férias frustradas"!

Luciano Freire disse...

ácido como sempre neh adriano? mas tah bom de atualizar esse blog !!!!

jardins de coral disse...

De Mi Corazón: te procurava e te achei aqui. Ei, vou pedir asilo em Ouagadougou!KKTeu texto expõe como uma lâmina afiada o que a liquidez do cotidiano esconde da gente. Mas vc chega e aí...a gente vai lendo e balançando a cabeça: "e não é que é isso mesmo?"Bom domingo amanhã!

anderson disse...

Cara me divirto muito com seus comentários...mas me dá uma lista agora do que vc mais curte ai de jampa...o que mais te apetece fora ficar olhando a vida e os costumes alheios? vc deveria ser roteirista ou tem alguma peça de teatro pronta? Ah como tô muito longe me dá notícia de algumas figuras folclóricas da cidade como a Lúcia Braga, ela já morreu ou ainda faz a linha? e aquela maria doida' que ra candidata a deputada e usava a foto do filho do leandro? e aquele cantor chico..alguma coisa que cantava -alô eliane ô minha filha atenda o telefone...kkkkk que fez sucesso nos anos 90...tem idéia de onde esse povo esteja?